FanPage e o Alcance Orgânico


A quantidade de “curtir” que você recebe em sua FanPage não é um dado estatístico satisfatório para avaliar seu desempenho. Afinal, quantas vezes vemos publicações que são divertidas ou interessantes, mas que não clicamos no botão “curtir”? Isso também acontece com seus clientes, mas não significa que eles não estão por dentro das novidades e promoções da sua marca.


Porém, o Alcance Orgânico (número de seguidores que recebe as atualizações sem o pagamento dos chamados impulsionamentos) vem caindo nos últimos nos últimos anos e “tende a zero”. As restrições começaram em 2012, quando a rede social limitou o alcance em 16% do total de fãs de uma página. Em março de 2014, análises apontavam que apenas 6% recebiam as postagens, sendo que em páginas com mais de 500 mil “curtidas” o índice era de apenas 2% do total de fãs que recebiam as postagens.


A estratégia de marketing do Facebook é que a rede social está em um “processo de cortar o alcance orgânico das páginas para 1% ou 2%”.

A estratégia pode até ser ruim para as empresas, mas faz sentido para o Facebook. Apesar da página pessoal ser uma plataforma gratuita, a fanpage é uma ferramenta de publicidade, onde qualquer usuário pode “promover” suas postagens com o impulsionamento. Sendo assim, como um negócio, não faz sentido algum liberar o alcance orgânico para toda sua base de seguidores. Afinal, a empresa também precisa gerar receita para agradar seus investidores e nada melhor do que a publicidade.


De fato, isso afeta diretamente os pequenos empresários, sem dúvida alguma. Por exemplo, uma marca mundial com 17 milhões de “curtidas” tem o alcance orgânico de apenas 170 mil seguidores, que compartilham as atualizações, aumentando ainda mais o alcance e mantendo a página rodando. Porém, o restaurante da esquina não vai mais conseguir compartilhar seu cardápio do dia com todos os seus seguidores.


À medida que o Facebook evoluiu mais para uma plataforma de marketing pago do que orgânico, percebemos que agora precisamos pagar por anúncios para alcançar aqueles fãs recém-adquiridos, mesmo que esses tenham optado por acompanhar as publicações.

Hoje em dia, o Facebook está incentivando a olhar para suas bases de fãs como uma maneira de tornar a publicidade paga mais eficiente do que usá-las como um canal de transmissão gratuito.


Do ponto de vista do Facebook, inundar o Feed de Notícias com publicações não é uma experiência ideal para o usuário.


Além disso, o Facebook diz que você deve pressupor que o alcance orgânico acabará por chegar a zero. Então, se você realmente quiser alcançar seu público-alvo no Facebook, precisará complementar seus esforços orgânicos com alguma publicidade paga.

0 visualização

Indaiatuba

São Paulo

+55 19 2516-5548

+55 11 9.7684-2864

  • Facebook
  • YouTube
  • WhatsApp

Copyright © 2008/2020 Mauthe/Comm Creative Advice - CNPJ 14.907.699/0001-82.

Rua Dom José, 781, casa 2 - Jd. Pau Preto - Indaiatuba - São Paulo.

Os personagens Thagore™ e DAN2038™ são trademarks da Mauthe/Comm Creative Advice
Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução total ou parcial sem prévia autorização expressa.